Como já mostramos aqui, muitas foram as atividades que envolveram literatura ao longo do ano do CAIC, nos meses que antecederam a IV Festa Literária as ações se intensificaram, principalmente no que tange à literatura da periferia, afinal, tivemos a presença de Sérgio Vaz nos dias 09 e 10 de novembro em nosso Centro.

Para entrar no clima da FLIC, as professoras Carla Tavares de Artes e Márcia Melo de Língua Portuguesa e Vida e Cidadania organizaram um Sarau com as turmas 8A e 8B.

Tendo como inspiração o Sarau da Cooperifa que foi idealizado em São Paulo, por Sérgio Vaz, o Café Literário envolveu muita comida, poesia e confraternização.

No dia 22 de novembro, um grupo de estudantes do quarto e do sexto ano participou do lançamento da Revista Digital “Escrituras pelo Rio Grande: uma cidade para se amar”. 

Nossos pequenos, ao longo do ano, fizeram várias atividades com a professora Joana Soares, as quais resultaram em textos, que foram selecionados, junto com produções de estudantes de outras escolas, para compor a revista em comemoração aos 280 anos da fundação da Cidade do Rio Grande.

As turmas do quarto ano das professoras Alice Magalhães e Joana Soares estão aprendendo muito no ano de 2017 sobre  o município de Rio Grande, além das aulas, foram realizadas saídas de campo que contribuem para que os estudantes possam construir aprendizagens cada vez mais significativas e viver experiências novas.

Na última terça-feira, dia 21 de novembro, o grupo esteve no Núcleo de Educação e Monitoramento Ambiental (NEMA), o qual foi fundado em 1985 por um grupo de estudantes do curso de Oceanologia da FURG, em função das preocupações com a questão ambiental na região. Com muito trabalho e estabelecendo parceiras com outros órgãos, o Núcleo foi crescendo e colhendo frutos do trabalho, que já dura mais de 30 anos.

Um projeto organizado pela professora Carla Tavares de Artes está levando muita cor para as salas e encantando e deixando mais alegres as aulas em nosso Centro. Vitrais construídos pelas turmas de sétimo ano com papel celofane e fita adesiva estão criando um efeito muito bonito e que tem sido aprovado pelos professores e estudantes que estudam nos três turnos do CAIC.

A professora Carla Tavares conversou com algumas turmas que estão tendo aulas nas salas com vitrais e que relataram que além de embelezar e deixar a sala mais especial, o colorido nos vidros tem contribuído até com a redução de alguns problemas referentes ao reflexo no quadro, que em alguns momentos obrigavam a turma a fechar as janelas.

No dia 21 de novembro, aconteceu no CAIC uma atividade referente ao Novembro Negro, a qual foi organizada pela Coordenadora Pedagógica da Educação de Jovens e Adultos Meri Elen Bastos, com o apoio da gestão do Centro.

Os estudantes e professores da EJA participaram de uma Oficina de Turbantes com Gabriela Costa e assistiram e interagiram com Bárbara Dandara, que apresentou danças africanas.

Foi uma noite de celebração, confraternização e aprendizagens. As imagens em nosso álbum de fotos no Facebook mostram isso! Confira em: Acontece no Caic

Subcategorias